sábado, julho 13, 2024
InícioDestaquesCampanha de Vacinação contra a gripe prossegue em Paulínia

Campanha de Vacinação contra a gripe prossegue em Paulínia

Campanha de vacinação contra a gripe em Paulínia acontece de segunda a sexta-feira em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) | (Foto: Edson Hatakeyama)

A campanha de imunização contra o vírus influenza, causador da gripe, continua em Paulínia para toda a população acima de 6 meses de idade. A vacinação contra a gripe será por livre demanda, ou seja, não é necessário fazer o agendamento.

A vacinação segue disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de segunda a sexta-feira. Aos sábados somente nas UBSs Centro I, Monte Alegre, Planalto e São José.

O público-alvo: idosos, trabalhadores da saúde, crianças de 6 meses a 4 anos de idade, gestantes e puérperas até 45 dias após o parto.

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) reforça a importância de todas as pessoas se vacinarem contra a gripe, principalmente as gestantes. Visto que o quadro clínico de infecção pelo vírus da influenza é mais grave e apresenta maior taxa de mortalidade em grávidas.

Por isso, mulheres em qualquer idade gestacional e as puérperas, até duas semanas após o parto fazem parte do grupo considerado de risco para complicações da gripe e não podem perder a oportunidade de se vacinar.

A vacinação se dá conforme ordem de chegada nos postos. Na unidade, é necessário apresentar documento de identificação, cartão SUS e carteira de vacinação.

 SMS ressalta, para quem acabou de se vacinar contra a Covid-19, que é necessário esperar no mínimo 14 dias para se vacinar contra a gripe. Além disso, pessoas que estão com coronavírus ou tiveram alta há menos de 28 dias devem esperar pelo menos um mês para receber o imunizante contra a gripe.

Os principais sintomas desta época do ano são: a tosse, a coriza, os chiados no peito, a falta de ar, os espirros, a coceira nasal e ocular | Foto: Edson Hatakeyama

Sintomas da Síndrome Gripal
Febre de início súbito acompanhada de tosse ou dor de garganta e pelo menos um dos seguintes sintomas: dor de cabeça, dor muscular ou nas articulações sem outro diagnóstico. Em crianças com menos de 2 anos de idade são comuns tosse, coriza e obstrução nasal.

O vírus da gripe tem grande potencial de transmissão, propaga-se facilmente e é responsável por elevadas taxas de hospitalização. Os idosos, crianças, gestantes e pessoas com alguma comorbidade (doenças crônicas como diabetes, hipertensão, obesidade) possuem risco maior de desenvolver complicações.