sexta-feira, junho 21, 2024
InícioColunistasFase vermelha não barra “paulinenses” no Parque Brasil 500 durante a pandemia

Fase vermelha não barra “paulinenses” no Parque Brasil 500 durante a pandemia

Apesar das orientações para que a população fique em casa para evitar propagação do coronavírus (Covid-19), muitos frequentadores do Parque Brasil 500 estão seguindo normalmente a rotina de lazer e exercícios físicos nesse local, principalmente nos finais de semana.

Neste domingo, 12, a aglomeração era grande e seguiu até o início da noite repleto de gente nos gramados do entorno do Teatro e Prefeitura Municipal. Muitos deles estavam bebendo e não usavam máscara.

As imagens da tarde foram flagradas pela reportagem após receber uma denúncia sobre a aglomeração de pessoas no local. O que a reportagem registrou era um grave relaxamento do isolamento social e do desrespeito às orientações de prevenção em geral.

Famílias inteiras, jovens, crianças, inclusive alguns idosos eram vistos em diversos eventos como piqueniques, churrascos, pancadão, festival de pipas, patins, bikes, passeios com pets, entre outros. Já a encosta da prefeitura era usada por crianças para descida com papelão, enquanto que o gramado ao lado do heliponto servia para um treino de golfe.

Já em frente ao Paulínia Shopping o local e point de amantes de paraglider (ou parapente com motor) e os aficionados do aeromodelismo. À tarde, neste domingo, o céu de Paulínia contou com mais de 20, somente naquela região.

O que mais chamou atenção eram três araras sendo usadas para fotos, principalmente com crianças. A foto era tirada e impressa ali mesmo.

O uso de máscara era ignorado por muitos dos frequentadores do local. Barracas de comida descobriram um novo nicho, com a venda de salgados, pasteis, refrigerantes, água de coco, balas, chocolates, entre outras guloseimas.

A reportagem registrou e contou mais de 400 carros por volta das 17h30. Alguns estacionados em locais proibidos. Depois de Paulínia, os veículos com placas das cidades de Sumaré, Campinas e Hortolândia eram os mais vistos.

Caminhadas e exercícios físicos ao ar livre devem ser feitos em horários alternativos e de forma isolada. Deve-se evitar aglomerações também em jardins e praças.

Constantemente, a Prefeitura de Paulínia reforça o pedido para que as pessoas tenham consciência da importância de evitar a propagação do coronavírus e, se possível, que as pessoas não saiam de casa.

“A recomendação é para que a população evite sair de casa, a não ser que seja realmente necessário. Aqueles que insistem em praticar caminhada e outros exercícios ao ar livre, o indicado é que não seja feito em grupo ou aglomerações e se procure horários alternativos. Também é necessário manter os hábitos de higienização das mãos e uso do álcool em gel. Isso é irresponsabilidade. Em saúde pública, pode ser homicídio”, alertou.