sábado, julho 20, 2024
InícioDestaquesPaulínia reduz casos e vítimas de homicídios em janeiro

Paulínia reduz casos e vítimas de homicídios em janeiro

Roubos de veículos aumentaram; indicadores de roubos a banco e extorsões mediante sequestro permaneceram zerados

Paulínia terminou o mês de janeiro com redução nos casos e vítimas de homicídios dolosos e nos roubos de veículos. Os indicadores de roubo a banco e extorsões mediante sequestro permaneceram zerados.

No mês passado, houve zero ocorrência, com zero vítima, de mortes intencionais, ante 2 boletins e 3 vítimas registrados em janeiro de 2021.

Em contrapartida, a cidade teve uma ocorrência e uma vítima a mais de tentativa de homicídio no primeiro mês do ano, em comparação a igual período de 2021, quando nenhum caso foi contabilizado.

A tendência se estendeu para os estupros, que recuaram 50% no período, em comparação a janeiro de 2021. A quantidade passou de 2 para 1.

Outros indicadores
Em janeiro deste ano, houve 8 ocorrências a mais de roubo de veículo em Paulínia, se comparado ao primeiro mês do ano passado. A quantidade passou de 3 para 11.

O indicador de roubos a bancos permaneceu zerado pela quinta vez consecutiva e o de extorsão mediante continuou sem registros pela 21ª vez na série.

Os roubos em geral e de cargas, no entanto, cresceram no período. O primeiro subiu 61%, com um total de 18 registros, e o segundo oscilou de zero para 1.

Nos furtos em geral também houve alta, enquanto no furto de veículos houve uma redução, se comparado janeiro deste ano com igual mês de 2021. O primeiro cresceu 7,40%, somando 58 boletins, e o segundo caiu 44%, com um total de 14 casos.

Produtividade
Em Paulínia, o trabalho da Polícia Militar, Guarda Civil Municipal e Polícia Civil, em janeiro, resultou em 17 prisões e na apreensão de 1 arma de fogo ilegal. Também foram registrados 4 flagrantes por tráfico de entorpecentes e 46 inquéritos policiais instaurados.