sábado, julho 20, 2024
InícioDestaquesPaulínia segue com ações para monitorar e combater a dengue; trabalho acontece...

Paulínia segue com ações para monitorar e combater a dengue; trabalho acontece em 5 bairros

Crédito/fotos: PMP

Os bairros Alto dos Pinheiros (10); Vila Nunes (11); Morro Alto e Bom Retiro (13) e Nova Paulínia (14) recebem ações de combate à dengue; lembrando que dia 12 é feriado nacional

Com o aumento das temperaturas, os serviços para frear o avanço da dengue e a proliferação do mosquito transmissor seguem sendo realizados pela Prefeitura de Paulínia.

As equipes estão priorizando o atendimento das reclamações e denúncias, com vistorias para eliminar focos das larvas do mosquito nas residências. Se encontrar algum recipiente com água parada, denuncie (19) 374-3382.

É sempre importante lembrar que as ações da prefeitura não diminuem a necessidade do apoio do cidadão em manter a organização dos quintais, retirando entulhos e materiais que possam acumular água e se transformarem em criadouros do mosquito.

Os bairros que recebem os agentes de 11 a 14/10, são: Alto dos Pinheiros (10/10; Vila Nunes (11/10); Morro Alto e Bom Retiro (13/10) e Nova Paulínia (14/10). Lembrando que dia 12 é feriado nacional.

A Secretaria de Saúde informa que as ações planejadas podem sofrer alterações em razão das condições climáticas ou de necessidade averiguada pela equipe técnica do Departamento de Vigilância em Saúde.

Ações de prevenção e controle

Em Paulínia há o Departamento de Vigilância em Saúde, com equipes de vigilância epidemiológica e controle de vetores, que atuam em todo o território municipal para identificar casos de arboviroses. A atuação das equipes é dividida em dois momentos: prevenção, durante o período de julho a dezembro, e controle, que ocorre de janeiro a junho, o chamado período epidêmico, quando as condições climáticas favorecem a proliferação do Aedes aegypti.

Para cada um desses momentos, há atividades prioritárias dentro do Departamento de Vigilância em Saúde, como atividade casa-a-casa, visita e controle em pontos estratégicos e imóveis especiais, pesquisas entomológicas, bloqueios de controle de criadouros e de nebulização, atendimento a solicitações, além de medidas de orientação e educação.