sábado, julho 20, 2024
InícioDestaquesPauliprev terá eleição para Conselho de Administração, Conselho Fiscal e diretor presidente...

Pauliprev terá eleição para Conselho de Administração, Conselho Fiscal e diretor presidente do Instituto

Confira o edital completo no link paulinia.sp.gov.br

O Instituto de Previdência dos Funcionários Públicos do Município de Paulínia – Pauliprevi – realizará eleição para escolha de conselheiros do Conselho de Administração e Conselho Fiscal e diretor presidente do Instituto. As inscrições dos candidatos estarão abertas nos dias 9, 10 e 11 de março de 2022, na sede do Pauliprev, das 8h às 16h30. Poderão votar todos os servidores estatutários, ativos e inativos do município de Paulínia. A eleição acontecerá no dia 4 de abril.

Serão eleitos 5 conselheiros titulares mais votados em ordem decrescente, até que as vagas destinadas aos servidores no conselho sejam preenchidas, respeitando a proporcionalidade entre ativos e inativos (3 ativos e 2 inativos), para cumprirem mandato de 3 anos no Conselho de Administração.

Também serão eleitos 3 conselheiros titulares mais votados em ordem decrescente, até que as vagas destinadas aos servidores no conselho sejam preenchidas, respeitando a proporcionalidade entre ativos e inativos (2 ativos e 1 inativo), para cumprirem mandato de 3 anos no Conselho Fiscal.

Já para o cargo de diretor presidente, será eleito pelo voto direto e secreto em cédula própria. Para todas as vagas, o servidor ativo deverá demonstrar que é titular de cargo efetivo no serviço público municipal, findado o estágio probatório.

20 anos de Pauliprev

Hoje o instituto estar sob o comando dos servidores. O diretor presidente é eleito pelos servidores e seus diretores nomeados dentre os efetivos municipais. Os conselheiros que integram o Conselho Administrativo e Fiscal também são eleitos em sua maioria, contando com cinco integrantes no primeiro e três no segundo.

A Prefeitura de Paulínia e a Câmara indicam representantes para os dois conselhos, escolhidos também entre os servidores efetivos. Para essa escolha, há a exigência de o conselheiro contar com o certificado CPA-10, emitido pela Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), um selo que comprova conhecimento em análise de investimentos.