sexta-feira, junho 21, 2024
InícioDestaquesPolícia Civil de Paulínia prende autor de feminicídio que matou esposa

Polícia Civil de Paulínia prende autor de feminicídio que matou esposa

Fotos extraídas dos vídeos do Live Paulínia

Na manhã desta sexta-feira (1º/06/2024), por volta das 6 horas, a Polícia Militar e a Polícia Civil realizaram a prisão de Fábio dos Santos Santiago acusado de matar sua esposa, Francine de Souza Santiago. A ação ocorreu nas proximidades da Avenida Brasília, em Paulínia, após uma denúncia anônima.

Detalhes da Prisão
O delegado Dr. Ricardo Zinn de Carvalho, responsável pelo caso, informou que a prisão foi efetuada após a polícia receber informações de que o suspeito havia sido avistado no bairro Monte Alegre, próximo ao Parque da Flores. “Fomos até o local, juntamente com o apoio da Polícia Militar, e realizamos a captura dele. Em seguida, ele foi conduzido à Delegacia da Polícia Civil,” relatou o delegado.

Crime e Confissão
Francine Santiago foi assassinada na última terça-feira, dia 28, vítima de estrangulamento. O crime chocou a comunidade local e mobilizou as forças de segurança. Após sua captura, o autor do crime demonstrou arrependimento e afirmou ter destruído a vida de uma família que considerava perfeita. “Ele está visivelmente arrependido e dissemos a ele para não cometer nenhuma bobagem,” acrescentou Dr. Ricardo.

Investigação em Andamento
As autoridades continuam as investigações para esclarecer todos os detalhes do crime e garantir que o responsável responda por seus atos. O delegado enfatizou a importância da colaboração da população e destacou que denúncias anônimas podem ser fundamentais para a resolução de casos como este.

O detido foi conduzido à Delegacia, onde passou pelos trâmites de polícia judiciária e responderá pelos crime de feminicídio. Após, foi encaminhado ao Segundo DP em Campinas e ficará à disposição do Poder Judiciário.

A prisão do autor do assassinato de Francine Santiago representa um passo importante na busca por justiça e traz um alívio para a comunidade de Paulínia, ainda abalada pela tragédia.