sexta-feira, junho 21, 2024
InícioDestaquesTochas de fogo da refinaria de Paulínia ficarão maiores; saiba os motivos

Tochas de fogo da refinaria de Paulínia ficarão maiores; saiba os motivos

As famosas e temidas tochas de fogo da Refinaria de Paulínia (Replan) ficarão maiores nas próximas semanas. O motivo é uma manutenção preventiva em duas unidades de processo programada para os próximos 45 dias.

De acordo com a Petrobras, a produção na unidade de destilação será suspensa, mas não haverá desabastecimento porque o mercado será atendido pelas outras refinarias da companhia.

A Replan é a maior refinaria do país em quantidade de processamento de petróleo. Segundo o sindicato da categoria, cerca de 1.500 trabalhadores de empresas terceirizadas executarão os trabalhos de manutenção na unidade na pré-parada, parada início de funcionamento (resgaldo).

De acordo com comunicado da empresa, o procedimento é planejado e executado segundo normas e diretrizes de segurança. Segundo a Petrobras, as paradas para manutenção têm por objetivo manter a segurança e confiabilidade operacional da refinaria, reestabelecer as capacidades operacionais, além de promover melhorias nas suas instalações.

A Refinaria de Paulínia responde por aproximadamente 20% do processamento de petróleo do país. Possui capacidade para processar diariamente 69 milhões de litros de petróleo e entre seus principais produtos estão a gasolina, diesel, gás de cozinha e querosene de aviação.

 Raio-X Replan
Fundação: 12 de maio de 1972
Área ocupada: 9.125.000 m²
Capacidade instalada: 434.000 barris/dia (2019)
Principais produtos: diesel, gasolina, gás liquefeito de petróleo (GLP – o gás de cozinha), querosene de aviação (QAV), asfaltos e nafta petroquímica.
Mercados atendidos: 36% do território brasileiro (SP interior, MT, MS, RO, AC, MG sul e triângulo mineiro, GO e Brasília/DF).